quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Muffins ou Queques de Mirtilos


Os bolinhos individuais são uma excelente opção para mim e a pensar em quem tem crianças pequenas, partilho esta receita que costumo fazer, por um lado pela facilidade com que se preparam, como pela vantagem de se poderem congelar. Assim tenho sempre snacks fresquinhos e disponíveis quando preciso.
Mais uma daquelas receitas bem práticas, sem precisar de balança para pesar, nem de batedeira para bater. As medidas são em chávenas e para bater basta uma colher de pau.
Sabendo a receita base, esta pode ser variada no seu recheio. Hoje foram queques de mirtilos, mas ficam excelentes com maçã e canela, banana e pepitas de chocolate e mais combinações que se podem experimentar. As que falei são as minhas preferidas, mas fica sempre ao critério de cada um criar a sua própria combinação a gosto.
Agora que a escola começou, que tal aproveitar esta receita e levar os miúdos para a cozinha, ensinado as vantagens de preparem os seus próprios snacks.
Sim, são bolinhos, mas feitos em casa, sabendo o que estamos a comer. Se é para comer uns muffins ou queques que sejam feitos por nós, pois é completamente diferente dos que se compram no supermercado cheios de conservantes. Em casa, sempre podemos controlar a quantidade de açúcar, as farinhas que usamos e a qualidade dos ingredientes utilizados. 
Vamos incentivar as nossas crianças a fazerem os seus próprios snacks e a aprenderem que o caseiro é bom e bem saudável. Setembro é tempo de novas rotinas e novos hábitos!
Boa Semana!


ngredientes: 
(Rende 18 unidades)

Massa Base
*Base Seca*
2 cháv. e meia de farinha (1 cháv. farinha espelta, 1 cháv. farinha Branca de Neve, 1/2 de Farinha Maizena ou Amido de Milho)
1 chávena de açúcar amarelo)
1 c. chá de fermento em pó

*Base Líquida*
1/2 cháv. de óleo de girassol 
1/2 cháv de leite de amêndoa
1 ovo
Raspa de limão
2 cháv. de mirtilos congelados ou fresco (eu tinha mirtilos congelados para escoar).

Nota: Chávena tem capacidade de 200 ml

Preparação:

1. Preparar a base seca e a líquida em recipientes separados.

2. Numa taça deitar os ingredientes secos. Misturar e abrir um buraco ao centro, onde deitará a base líquida.

3. Bater o ovo com o óleo e o leite. Juntar a raspa de limão e adicionar à base seca.

4. Envolver os preparados com a colher de pau, de forma a formar uma massa homogénea.

5. Por fim adicionar os mirtilos congelados

6. Levar em formas de queques, em forno pré-aquecido a  180º C, 30 a 35 minutos.

Nota: Já fiz estes queques com mistura de farinha normal e integral, sendo o resultado final uns bolinhos mais densos. Esta mistura de farinha que fiz desta vez, tornou os queques mais fofos e como leva amido de milho ficam com menos quantidade de glúten. Outra nota para a escolha da Farinha Branca de Neve (não sou paga pela publicidade, mas é uma farinha que prefiro, pois tem uma mistura de farinha de trigo e de arroz que permite obter sempre excelentes resultados). A minha escolha sempre que compro farinha para bolos. Antigamente tinha mistura de amido de milho, mas reparei recentemente que agora usam a farinha de arroz. Se nunca repararam no rótulo, da próxima vez que forem às compras reparem e experimente. Faz diferença no resultado final de uma receita.


Bom Apetite!

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Bolo de Chocolate com Cobertura de Leite Condensado Cozido e Chocolate

Há dois tipos de bolos que mais receitas experimento e faço: os de maçã e de os chocolate. Este bolo é daqueles que escolho quando quero um bolo especial, para um momento de festa, ou celebração. Muito fácil e simples. Para a massa base basta juntar todos os ingredientes e bater até obter um preparado homogéneo. Quanto à cobertura e recheio, uma combinação de leite condensado com chocolate negro,  que torna este bolo  luxurioso e altamente pecaminoso. Simples, fácil e altamente delicioso, principalmente para todos os que não dispensam uma boa fatia de bolo de chocolate.


Ingredientes:
(Forma com aro amovível - 20cm de diâmetro)
3 ovos
100g de manteiga
150g de açúcar amarelo
175g de farinha
1 c. sopa de fermento em pó
50g de cacau em pó
6 c. sopa de água a ferver
1 pitada de sal
Cobertura e recheio:
1/2 lata de leite condensado cozido
100g de chocolate negro (acima de 70%), ou chocolate para culinária
100 ml de leite

Preparação:

  • Pré-aquecer o forno a 160ºC (aprendi que os bolos de chocolate ficam melhores quando cozidos abaixo dos 180ºC).
  • Untar e polvilhar uma forma redonda com aro amovível (diâmetro 20cm), forrar o fundo com papel vegetal.
  • Numa taça começar por fazer uma pasta de cacau, juntado ao cacau em pó as 6 colheres de sopa de água. Mexer bem até obter uma pasta homogénea.
  • Adicionar na mesma taça onde está a pasta de cacau, a manteiga à temperatura ambiente, os ovos inteiros, o açúcar e a farinha com o fermento. Bater até obter uma massa homogénea, não precisa de ficar muito batido, apenas até todos os ingredientes estarem ligados.
  • Deitar na forma e levar ao forno, pré-aquecido a 160ºC, cerca de 30 minutos. Fazer o teste do palito e quando este sair com algumas migalhas agarradas, retirar do forno e deixar arrefecer sobre uma grelha. 

Entretanto, preparar a cobertura e recheio.

Levar ao lume uma caçarola com 3 c. sopa de água, colocar uma taça por cima para derreter o chocolate em banho-maria. 

Em banho-maria, levar a derreter o chocolate, o leite condensado e o leite, quando o chocolate estiver derretido, mexer energicamente até dissolver em o leite condensado cozido. Uso uma vara de arames.

Em alternativa, bater o leite condensado cozido até ficar um creme, juntar o chocolate derretido e o leite e envolver tudo. Depois rechear o bolo e cobrir com este creme.

Cortar ao bolo ao meio, colocar o creme no centro e espalhar até aos bordos do bolo. Colocar a nova camada por cima e cobrir.

Decorar a gosto. As amêndoas laminadas e ligeiramente tostadas na frigideira dão um toque final.

Este bolo é o tamanho ideal para 4 a 6 pessoas, assim não há desculpa de não fazer um bolinho, quando a ocasião especial assim pede.

Nota: Este bolo fica melhor no dia seguinte e quantos mais dias passam, melhor fica.



Bom Apetite!

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Arroz de Cenoura, Beterraba e Manjericão



Adoro receitas que nascem da necessidade de escoar o que temos. Ao cozer as beterrabas para o bolo e como eram grandes, sobrou uma. Cortei em quartos e durante três dias usei nos meus batidos de pequeno-almoço, junto com a laranja. O reforço matinal de ferro dado pela beterraba cuja vitamina C da laranja contribuiu para que o ferro fosse bem absorvido.
Quanto ao restante quarto, optei por juntar ao arroz de cenoura criando um lindo arroz cor-de-rosa.
A combinação da cenoura e da forte beterraba foram atenuadas pelo aromático manjericão, no final um resultado surpreendente e a repetir.

Ingredientes:
2 cháv de arroz carolino
4 cháv. de água
1 cenoura
1 dente de alho
1/4 de beterraba
azeite q.b.
6 folhas de manjericão fresco

1) Triturar a beterraba cozida.
2) Num tacho deitar um fio de azeite, a cebola e o alho picado. 
3) Assim que a cebola estiver translúcida juntar a cenoura picada e a beterraba triturada.
4) Adicionar o arroz e deixar cozinhar uns minutos antes de juntar a água quente. Temperar de sal
5) Reduzir o lume e deixar cozinhar cerca de 15 minutos. Assim que o arroz "começar" a fazer buracos. Apagar o lume, juntar o manjericão fresco picado e tapar.




Bom Apetite!

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Batido de Beterraba, Laranja e Chia



O aumento de consumo de vegetais e fruta é essencial para a manutenção de uma vida equilibrada e saudável, tendo o cuidado de os variar e incluir na minha alimentação diária.
Uma das formas que habitualmente os consumo é em batidos, ao pequeno-almoço, sinto-me saciada logo pela manhã, pois tenho a combinação de vitaminas, sais minerais e energia que preciso para começar o dia.
A combinação é simples: bebida vegetal, 150g de fruta, legume, sementes ( ir variando é o segredo), nas proporções recomendadas, é certo. Fácil e, se são dos que não conseguem comer de manhã, com este batido ficam bem nutridos com toda a certeza.
No caso a beterraba rica em ferro junto com a vitamina C da laranja, é a combinação certa para que o ferro seja absorvido. Pois, a vitamina C é fundamental para ajudar a absorver o ferro. No caso de bebermos este batido e se quisermos que este seja benéfico, ter em atenção que a ingestão de bebidas como café e chá devem ser ingeridas após 30 minutos, para que não anulem os efeitos da absorção do ferro.
Para mim, a alimentação além de ser um prazer é o meu melhor remédio. Portanto, se o consumo de  legumes e frutas é problemático porque torcem o nariz, encontrem novas formas de os introduzir na alimentação e, acreditem que em batidos, com as combinações certas encontrarão uma boa alternativa.
Vale a pena pensar nisto: A saúde começa pela boca, à mesa, com o que servimos ao nosso corpo! 

Ingredientes:
(1 pessoa)

180 ml de bebida vegetal ( eu uso  a de amêndoa)
1 laranja
1/4 de beterraba crua ou cozida
1/2 abacate
1 c. sopa de sementes de chia
água q.b para diluir

Triturar tudo num bom processador, de forma a que as sementes de chia sejam processadas.
Na Bimby, pulso uns segundos no Turbo e depois processo 1 minuto/ Vel.10
Rende 500 ml.

Estes batidos são excelentes para quando precisamos reduzir a quantidade de hidratos de carbono. Saciam, tem os nutrientes que preciso e reduzo o consumo de pão ao pequeno-almoço. No Verão sabem sempre bem, embora no Inverno também faça, mas com menos frequência, aí as papas de aveia são soberanas, quentinhas como pede o frio.
Por isso, aproveito sempre a variada e excelente fruta da época para os meus batidos. Desta vez foi, beterraba para aproveitar a  que cozi para o Bolo de Chocolate e que tinha sobrado.
As combinações podem ser variadas, haja criatividade e vontade.

Bom Apetite!

segunda-feira, 20 de setembro de 2021

"Inspirada por ... Nigel Slater" - Bolo de Chocolate e Beterraba

 


Adoro ver programas de culinária e há uns anos vi um programa do Nigel Slater onde ele fazia um bolo de chocolate com beterraba que me deixou com água na boca. Obviamente, anotei logo a receita para experimentar. 
Fiz e adorei, mas na data nem fotografei ficando com a intenção de repetir a receita quando houvesse oportunidade.
No passado dia 14 celebrei anos de casada e decidi para bolo do dia, o de chocolate e beterraba que tinha corrido bem. Repeti e de facto não me desiludiu, te tal forma delicioso que não podia deixar de o partilhar.
Hoje foi dia de ser inspirada e espero também vos inspirar com esta saborosa receita. Para quem acha que não gosta de beterraba pelo sabor terra, desengane-se pois se não souber o ingrediente, nem dá conta que a beterraba está lá. A cor avermelhada só mesmo antes de ir ao forno, depois fica um bolo cor de chocolate, mas muito fofo e confesso que ficar ainda melhor nos dias seguintes, sem ficar seco, pois a beterraba dá a humidade certa para que este não seque. 
Comer mais vegetais é fundamental e haja imaginação para que sejam introduzidos frequentemente na nossa alimentação. Para mim é essencial ser saudável para ser feliz e, quando pensamos no que ingerimos, é meio caminho andando para variarmos e encontramos soluções agradáveis para todos os gostos, mesmo quando há os que torcem o nariz aos vegetais. 
Arriscam a consumir mais beterraba, nem que seja com o pretexto de a comer em bolos?


Ingredientes:

200g de manteiga
250g de beterraba cozida (sem descasca)
200g chocolate culinária
4 c. sopa de café expresso
135g de farinha (usei a Branca de Neve pois tem mistura de farinha de trigo e de arroz, que dá sempre bons resultados)
1 c. chá de fermento em pó
3 c. sopa de cacau em pó
5 ovos
190g de açúcar (usei 150g de açúcar amarelo)



Preparação:

1. Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma de 20 cm de diâmetro e forrar o fundo de papel vegetal no fundo.
2. Reduzir a beterraba a puré. Reservar.
3. Derreter o chocolate em banho-maria, (numa caçarola com água a ferver de forma a que a água não toque no fundo da taça onde está a derreter o chocolate).
4. Juntar o café expresso ao chocolate derretido.
5. Adicionar a manteiga ao cubos no chocolate derretido e como o chocolate está quente, mexer e desligar ao lume.
6. Entretanto, preparar a mistura dos secos (a farinha, o fermento em pós e o cacau) e reservar.
7. Separar as gemas das claras. Bater as gemas e juntá-las na mistura do chocolate (atenção deixar o chocolate arrefecer um pouco , senão talham as gemas), de seguida adicionar o puré de beterraba e mexer.
8. Bater as claras em castelo e juntar o açúcar e envolver no preparado do chocolate com a beterraba.
9. Envolver delicadamente a mistura dos secos no preparado do chocolate, sem bater. 
10. Deitar o preparado na forma e levar ao forno a cozer cerca de 40 minutos ou até o palito sair seco ( no meu forno demorou 1hora).



Bom Apetite!




sexta-feira, 17 de setembro de 2021

"Assado de Domingo" - Perninhas de Frango em Cama de Legumes no Forno

 

Os assados são a opção escolhida para o domingo, no entanto quando o tempo para cozinhar escasseia, o forno é o meu grande amigo. O único tempo gasto é o de temperar, o forno faz o resto.

Com o fim-de-semana à porta, fica a minha sugestão para o assado de domingo.


Ingredientes:
( 2 a 3 pessoas)
4 perninhas de frango
1 beringela
1 curgete
1 batata doce
1/4 pimento vermelho
1 a 2 cebolas
3 dentes de alho
50ml de azeite
100ml de vinho branco
1.c sobremesa de pimentão-doce
1 c. sopa de oregãos
sal, pimenta preta q.b.



1) Cortar os legumes aos cubos e as cebolas em gomos
2) No copo da varinha mágica deitar o azeite, os dentes de alho, os oregãos e o pimentão-doce. Triturar. 
3) Numa taça larga deitar os legumes cortados e as perninhas de frango, temperar com sal e pimenta. 
4) Verter o molho e o vinho na taça e envolver bem no frango e nos legumes. Deixar marinar meia-hora antes de levar ao forno.
5) Deitar num tabuleiro de forno de forma a que os legumes fiquem bem espalhados, formando uma cama para as perninhas de frango. Levar ao forno, cerca de 1h a 1h30 a 180ºC. O tempo varia conforme o forno

Bom Apetite!

terça-feira, 14 de setembro de 2021

Bodas de Opala


Dizem que são as Bodas de Opala, quando se celebram 24 anos de casamento. De facto, celebrar a longevidade de uma vida a dois é digna de uma pedra preciosa, porque não é fácil.

O casamento é um caminho que se faz lado a lado, com  muitos desafios, passando por altos e baixos, mas quando há amor, respeito, compreensão e acima de tudo cedências de parte a parte, o caminho segue sempre em frente, com a convicção que juntos somos mais fortes.

Para festejar, não podia faltar um bolo de chocolate. Os 24 já cá cantam!!!

Parabéns a nós!

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Escondidinho de Bacalhau com Alho Francês e Cenoura

É sexta-feira. Para hoje estava previsto bacalhau, mas ainda não tinha ideia do que fazer deixando a criatividade à solta de acordo com o que tinha no frigorífico  para consumir antes de novas compras.

No frigorifico tinha alho francês e cenouras, no cesto algumas batatas... Ora bem, o que poderá sair? Podia ser um Gomes de Sá, mas já não tinha ovos. Idealizei então um bacalhau que levasse puré de batata,  simples, o mais saudável possível, sem muita gordura. Podia ter levado maionese, ou um molho béchamel,para ficar mais delicioso, mas o bacalhau de hoje tinha que ser assim, simples!

Confesso que a pandemia melhorou muito a minha organização e, consequentemente melhor gestão doméstica. As idas ao supermercado resumem-se a uma só vez na semana, evitando assim gastos desnecessários e desperdício alimentar. Por muito que não queira, se for ao supermercado há sempre alguma coisa que está em promoção e acaba por vir comigo. Acabamos por gastar mais do que o previsto, algo que não me agrada e evito a todo o custo.

Assim termina mais uma semana e, hoje estou muito feliz, consegui ter o frigorifico quase vazio, estando pronto a receber as compra da semana. Rentabilidade:1; Desperdício:O. São estes pequenos passos que vão fazendo a diferença e quando menos esperamos, estes hábitos já se enraizaram de tal forma que viraram rotina. Vale cada vez mais pena, perder tempo a planear a ementa da semana. Não precisa de ser ao detalhe, mas ter uma ideia geral do que fazer é meio caminho andado para evitar gastos desnecessários e desperdício. Se nunca pensaram neste tipo de organização, há sempre uma primeira vez para tudo. Agarrar numa folha de papel e delinear o que fazer em cada dia da semana, assim gere-se muito melhor quais os alimentos a comprar. Dar sempre espaço ao imprevisto e ao que há disponível, bem como alguma promoção que valha a pena, no supermercado ou mercado. O que conta mesmo é pensar mais a sério e quem sabe se nunca pensaram neste tema, o possam colocar em prática esta semana. O sábado é um bom dia para começar. Bom fim-de-semana!

Ingredientes:
( Para 4 pessoas)

Base:
400g de migas de bacalhau demolhadas ( ou congeladas)
2 a 3 talos alho francês ( parte branca) conforme o tamanho. Se forem pequenos recomendo 3.
3 cenouras 
2 c. sopa de azeite
sal, pimenta preta ou 5 Bagas
 
Para o puré de batata:
8 batatas médias
180ml de leite 
2 c. sopa de azeite
noz-moscada, sal, pimenta preta 
crosta de broa com coentros para polvilhar

Preparado base de bacalhau, alho francês e cenoura


Preparação:
1. Começar por cozer as batatas cortadas em cubos, num tacho com água. Assim que cozidas. Reservar.
2. Dar uma fervura às migas demolhadas
3. Cortar o alho francês às rodelas bem finas e deitar num tacho com azeite a saltear. Assim que estejam amolecidos juntar as migas de bacalhau e a cenoura ralada. Se for secando, deitar água da cozedura do bacalhau. Deixar uns minutos mexendo sempre. Ir regando com agua do bacalhau se achar necessário, pois, o preparado deve dicar húmido e não seco.
Temperar com pimenta preta ou 5 bagas. Verificar o sal, pois como o bacalhau já é salgado pode não precisar. Reservar
4. Preparar o puré: Num tacho deitar o leite e o azeite e levar ao lume a aquecer. Assim que começar a ferver, apagar o lume e juntar a batata reduzida a puré ( uso um utensílio próprio para esmagar, ou usar o passe-vite). Mexer bem e validar a consistência, se for necessário juntar mais leite, acrescenta-se até obter a consistência desejada.
5. Num recipiente de ir ao forno, colocar na base o preparado do bacalhau e cobrir com o puré de batata. Espalhar e com um garfo. Polvilhar com a crosta de broa com coentros.
6. Levar ao forno previamente aquecido a 200ºC até ficar bem douradinho.
7. Acompanhar com uma salada verde ou de tomate.




 Bom Apetite!

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

"Dicas & Sugestões" - Mistura Caseira para Lavar Frutas e Vegetais

A certeza que comemos fruta e vegetais sem pesticidas é apenas quando sabemos a sua origem e mesmo assim as certezas são duvidosas, a não ser que sejamos nós a produzir e a colher tais alimentos.

Como a maior parte das frutas e vegetais que compro não são biológicos, encontrei uma forma de os consumir com mais segurança, preparando uma mistura caseira, com vinagre e sal grosso.

Com a pandemia, este processo que já fazia, tornou-se ainda mais relevante e, sempre que vou às compras semanalmente, sei que assim que chego a casa, a tarefa é encher a cuba de água, com 2 colheres de sopa de vinagre e 2 colheres de chá sal grosso e dar "banho" às laranjas, limões, abacate, bananas, tomate, curgete, pepino, maçãs. Depois ficam a "banhos" nesta mistura cerca de 20 minutos e de seguida, passo por água, seco com um pano e assim em segurança se acomodam na fruteira e no cesto dos legumes.

Fico mais tranquila e segura, que estão limpos dos resíduos que possam trazer. 

Faço com todos as frutas e legumes com casca. No caso dos vegetais de folha verde, tenho o cuidado de os lavar à parte, também com umas gotas de vinagre, secar com centrifugadora própria para saladas, para escorrer a água. Por fim ainda secam num pano, para ficarem com menos humidade possível e são acondicionados de forma a estarem prontos a servir. Como é para consumo durante a semana mantêm-se sempre frescos sem perder as qualidades.  

Costumam ter este tipo de cuidados? Se sim, e se têm outras sugestões, partilhem comigo na caixa dos comentários, pois estamos sempre a aprender.


Mistura caseira para lavar frutas e vegetais:

Ingredientes:
2 colheres de chá sal grosso
2 colheres de sopa de vinagre

Preparação:
Colocar de molho na cuba do lava-loiça cerca de 20 minutos. Depois lavar, secar e acondicionar.



Boa Semana!

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

"Inspirada por ... Nigella Lawson" - La Ciambella


A rever um dos programas da Nigella Lawson, vi fazer um bolo clássico italiano, La Ciambella, que se pronuncia "Chambella" e que tem a particularidade de não levar farinha, apenas amido de milho ou melhor a boa e conhecida farinha Maizena. Na realidade é idêntico ao bolo de iogurte que fazemos a única diferença é na farinha usada, sendo assim um bolo apto a todos os intolerantes ao glúten. 

No frigorífico um iogurte a precisar de ser consumido, logo nem pensei duas vezes. Inspirada pela diva da culinária lá fui para a cozinha testar a sua receita.

Fácil, sem pesar, apenas usar o copo de iogurte como medida e em menos de uma hora o bolinho está pronto para o lanche. Muito bom! Fica fofo, aromático e com uma massa húmida que parece quase um pudim. 



Ingredientes:
1 iogurte natural 
3 ovos
2 copos da medida do iogurte, mal cheios de açúcar (usei o amarelo)
1 copo da medida do iogurte de óleo de girassol
1 copo da medida do iogurte de amido de milho (farinha Maizena)
1 pitada de sal
raspa de um limão
açúcar em pó para polvilhar

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Untar a forma com buraco com manteiga ( sim, atenção que deve ser feito numa forma com buraco por causa da cozedura uniforme). Reservar.

1. Separar as gemas das claras e reservar as claras.

2. Numa taça bater as gemas com o açúcar e o iogurte.

3. Juntar o óleo. Bater novamente até obter um creme homogéneo.

4. Deitar a raspa de limão e a farinha maizena.

5. Bater as claras em castelo, com uma pitada de sal

6. Deitar um terço das claras batidas em castelo na massa e bater, este processo é para que a massa fique menos densa e receba melhor as claras. De seguida sim, envolver as restantes claras, sem bater, de forma a que não percam o ar dando o volume ao bolo.

7. Deitar a massa na forma e levar ao forno cerca de 30 minutos a 180ºC.

8. Validar e fazer o teste do palito, se for necessário pode deixar mais uns minutos, pois o palito deve sair seco. 

9. Desenformar e cobrir com açúcar em pó.



Bom Apetite!

sexta-feira, 3 de setembro de 2021

Cozinha Internacional - Minchi


Quando faço Minchi é sempre para aproveitar sobras de carne assada, mas hoje fiz como manda a receita original, com carne picada crua.
Para quem desconhece, o Minchi é um prato da culinária típica de Macau, muito apreciado, sendo considerado um dos mais comuns da gastronomia macaense.
Consiste na mistura de carne picada temperada com molho de soja, batata frita aos cubos e ovo estrelado. Não é de estranhar que seja dos mais comuns, pois noto aqui umas semelhanças ao nosso bitoque. Quem nunca na dúvida, quando vai a um restaurante e chega a hora de escolher, depois de tanto olhar para a ementa, acaba por optar pelo típico bitoque. Quantas vezes me aconteceu...
Pois bem, se querem variar a ementa e se tem como comensais as crianças, tenho a certeza que irão adorar, eu não sou criança e gosto muito. Além de simples, é muito fácil e rápido.
Ah e tal tem batata frita... e depois? Desde que não seja habitual, porque não comer de vez em quando?  Portanto, nada como equilibrar este tipo de refeições e não esquecer a dose de uma  boa sopa de legumes como entrada. Assim, equilibramos o estrago das batatas fritas (nem sempre, nem nunca), mas há dias e dias e quando os dias pedem refeições rápidas e sem muito esforço, este prato é aquele que agrada a todos.
Quem não gosta de batata frita com carne e ovo estrelado, que levante o dedo. 
Eu, gosto! Mais, confesso que que para mim este tipo de refeições está na minha lista das comidas que confortam. E, porque há sempre aqueles dias que pedem, e hoje foi um deles, havendo equilíbrio, porque não experimentar.
Bom fim-de-semana!



Ingredientes:
500g de carne de vaca picada (mas pode usar mistura ou a carne que desejar)
100 ml de azeite 
1 cebola grande
4 c. sopa de molho de soja
1 c. chá de açafrão das índias
batatas
óleo para fritar
sal q.b
ovo por pessoa a acompanhar (opcional)

Preparação:
1. Temperar a carne picada com o molho de soja e reservar.
2. Num tacho leve ao lume o azeite com a cebola picada. Quando a cebola começar a ficar translúcida deitar o açafrão e mexer.
3. Juntar a carne picada e mexer até ficar solta. Retificar o tempero, pois tendo molho de soja dispensa o sal, mas o molho de soja por si só pode não ser suficiente.
4. Retirar do lume e reservar.
5. Entretanto, preparar as batatas. Cortar as batatas em cubos pequenos e levar a fritar. Escorrer bem e misturar bem no preparado da carne. Deixar aquecer mais um pouco e servir com um ovo estrelado, embora seja opcional, eu prefiro, porque no fundo é apenas carne picada com batata frita.




Bom Apetite!

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

"A Hora da Nutri" - Adeus Férias, Olá Rotinas! Regresso à escola e ao trabalho.


O que é bom acaba depressa e num instante saímos das férias para entrar novamente nas rotinas. 

Perguntei à nutri Inês como podemos enfrentar o mês de Setembro, tão intenso que por vezes nos desfoca do essencial no que toca à alimentação, a qual aceitou o desafio e aqui partilha os seus conselhos para comer de forma saudável no regresso ao trabalho/escola.

"Chega ao fim mais um capítulo de férias de Verão. Para uns, longos meses de descanso, para outros algumas semanas, mas o passeio e o relax são sempre merecidos.

Agora é altura de voltar à rotina da escola, do trabalho, dos TREINOS e das MARMITAS!

No início uma grande confusão, nem preparamos nada, andamos a correr de um lado para o outro e passamos longos períodos de tempo sem comer. Obviamente, que os resultados e os treinos não vão ser os melhores."


Com as seguintes dicas, super práticas vai conseguir voltar a uma boa gestão num instante:

  • Não se esqueça do PEQUENO ALMOÇO! Se for necessário até prepare no dia anterior. Inclua a família na preparação desta refeição, de forma a criar este hábito.
  • Sobre o ALMOÇO/JANTAR, confecione alguns pratos (carne, peixe…) num dia que tenha mais tempo, e assim poupa tempo quando chega a casa.
  • Comece sempre com uma sopa/salada.
  • Evite/reduza a adição de sal, substituindo-o por ervas aromáticas.
  • Opte pelos legumes e frutas da época.
  • Varie a fonte de hidratos de carbono, incluindo mais leguminosas.
  • Prefira o azeite como principal fonte de gordura e em quantidades moderadas.
  • Se comer fora tenha em atenção o tamanho da dose, pode sempre pedir para levar metade e até fica com uma refeição a mais já preparada!
  • Prepare os LANCHES no dia anterior, assim sabe que vai evitar longos períodos de tempo sem comer e sentar-se à mesa com uma fome voraz.
  • Faça pastas para barrar o pão, com iogurte ou frutos secos.
  • Evite comprar bebidas e sumos, prepare os sumos, chás ou águas com sabores.
  • Opte por embalagens de vidro em vez do típico plástico.
  • Quando estiver a trabalhar e/ou estudar não se esqueça de se manter hidratado e fazer as pausas para lanchar.
Estas são as dicas sempre úteis para nos mantermos ativos e saudáveis, principalmente quando retomamos as nossas rotinas.
E não esquecer que passo-a-passo todos conseguimos grandes resultados, aqui fica o desafio para o novo mês que hoje começa e relembro que ser saudável é meio caminho andado para ser feliz.

Bons recomeços!

"A Hora da Nutri" tem o contributo da nutricionista Inês Panão.