terça-feira, 19 de março de 2019

"Reciclar é Poupar" - Mini-Fritattas de Legumes com Atum no Forno


Os ovos são sempre um bom recurso para qualquer improvisação. Para aproveitar o que sobrou do supremo de brócolos e tendo em conta a necessidade de fazer algo para levar na marmita, que não fosse preciso aquecer ou até para um jantar leve a meio da semana lá sairam meio improvisadas estas mini-fritattas de legumes.
De uma assentada terminei o pote de iogurte grego ( pois compro sempre o pote de 1 kg e vou gastando durante a semana), o supremo de brócolos, bem como, acabei com com alguns legumes; a desculpa  ideal para limpar o frigorífico de forma a reabastecer com as compras do fim-de-semana.
Mais uma vez por aqui a palavra de ordem é não estragar.
Com a Primavera a chegar, apetecem os passeios ao ar livre, piqueniques no campo, ou no jardim e até as refeições do dia-a-dia clamam por algo leve e saboroso. Estas pequeninas delicias de legumes, iogurte e ovo no forno, são sem dúvida uma óptima opção a considerar. A base é simples, o recheio pode-se variar, haja imaginação!



Ingredientes:
2 chalotas pequenas ou uma cebola pequena
1 cenoura
2 pimento mini coloridos ou meio pimento vermelho
1 cabeça de brócolos média ( ou 8 c. sopa de Supremo de Brócolos)
5 ovos
125g de iogurte grego magro
2 latas de atum ao natural ou em azeite
salsa q.b.
sal, pimenta preta, noz-moscada
azeite q.b.
manteiga para untar

Preparação:
 1. Leve a wok ou uma frigideira larga ao lume com um fio de azeite, deite a chalota picada finamente, depois junte a cenoura ripada e os pimentos em tiras finas deixando cozinhar 5 minutos.
2. Acrescentar os brócolos picados e deixe cozinhar até amolecer (como tinha preparado o Supremo de Brócolos, usei parte para a fritatta).
3. À parte, bata os ovos com uma vara de arames, junte o iogurte grego, o atum (bem escorrido), salsa picada a gosto, tempere de sal, pimenta moída na hora e noz-moscada. Envolva bem e distribuir pelas formas de queques ( até pouco mais de meio) previamente untadas com manteiga.
4. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 15 minutos aproximadamente ( depende sempre de forno para forno.
4. Servir com uma salada a gosto.



Bom Apetite!

quinta-feira, 14 de março de 2019

"In TeleCulinária" - Supremo de Brócolos


Variar acompanhamentos das refeições principais tem sido um dos meus objetivos para 2019, de forma a reduzir o consumo de hidratos de carbono.  Por vezes dou conta que repito os legumes cozidos a vapor, como o caso dos brócolos, como a  solução mais rápida de os consumir, o que me faz procurar novas receitas para experimentar.
Como ávida consumidora de revistas, livros e programas de culinária, encontrei a receita do supremo de brócolos numa TeleCulinária, revista que me acompanho desde o primeiro número (ainda miúda em casa da minha mãe) e como nunca que me desiludiu, lá ficou marcada para replicar.
Agradavelmente surpreendida com o resultado partilho aqui para a receita para quem quiser arriscar.


Ingredientes:
1 ramo de brócolos grande
3 colheres (sopa) de manteiga
sal q.b.

Preparação:
1. Corte os brócolos em pedaços, coloque-os no liquidificador e ligue-o até que os brócolos fiquem do tamanho de grãos de arroz.
Usei a Bimby  (triturei 7 seg/Vel.5).
2. Transfira para uma tigela e, se necessário, volte a triturar os pedaços que ficaram maiores. ( Na Bimby, não foi necessário repetir).
3. Leve ao lume uma frigideira grande com a manteiga, junte os brócolos picados e deixe saltear durante cerca de 5 a 10 minutos. Tempere com sal, mexa e sirva.
( Em vez da manteiga usei azeite e alho esmagado, no final temperei também com vinagre de sidra, porque gosto muito de temperar também com vinagre)

Apreciação: Receita a repetir, pois é um acompanhamento diferente e variado do usual.
Com o que sobrou fiz umas mini-fritattas de legumes no forno, que serão publicadas na próxima publicação.




Bom Apetite!

terça-feira, 12 de março de 2019

"Assado de Domingo" - Piano no Forno com Cerveja


Os fins-de-semana são sinónimo de tempo com tempo para cozinhar e desfrutar de um belo assado. O domingo é o dia, ou não fosse o nome que dei a esta rubrica com receitas daquelas que sabem e saem sempre bem. Sem pressas, o forno vai preparando o manjar, e é de aproveitar enquanto a primavera não chega.
Este piano fez as nossas delícias num destes domingos e para quem gosta, porque não experimentar?


Ingredientes:
2 pianos pequenos ( piano ou teclado é o nome dado ao osso que sobra após se retirar ou desossar o lombo de porco).
750g de batatinhas para assar
2 dentes de alho
1 cerveja (33cl)
50 ml
3 c. sopa de massa de pimentão
1 folha de louro
sal e pimenta

Preparação:
1. Descasque os dentes de alho, pique-os e deite-os numa tigela misturando com a cerveja, a massa de pimentão, o azeite, a folha de louro, sal  e pimenta.
2. Coloque a carne num tabuleiro de forno, barre com o preparado anterior e deixe marinar cerca de uma hora antes de levar ao forno.
3. Entretanto, descasque as batatinhas e pré-aqueça o forno a 170ªC.
4. Disponha as batatinhas no tabuleiro, em volta da carne e leve ao forno cerca de uma hora e meia a 170ºC e mais uma hora a 180ºC,  (Aprendi que os assados requerem tempo, e assados com temperatura mais baixa a carne  fica de facto mais suculenta. O meu forno é a gás e não tem ventilador, logo este foi o tempo suficiente para que a carne ficasse tenra a soltar bem do osso)


quarta-feira, 6 de março de 2019

Creme de Abóbora com Coentros



Março, o mês da Primavera chegou! 
Nos primeiros dias o céu azul e o sol brilhante  aqueceram as almas, as temperaturas amenas colocaram um sorriso em cada face. Em uníssono exclamámos " que bom, a Primavera está quase a chegar"!
Pois é, foi sol de pouca dura; creio que foi mesmo para nos adoçar a boca para festejarmos um fim-de-semana prolongado oferta do Santo Calendário, com a festa do Carnaval.
Hoje o frio voltou, o céu vestiu de cinzento escuro e a chuva caiu em força. 
Como sabe bem regressar a casa, sabe tão bem uma comida quente e nada melhor do que uma sopa para nos confortar e aconchegar depois de um dia de trabalho. Hoje a minha sugestão é um aromático creme de abóbora com coentros! 



Ingredientes:
300g de abóbora
1 cebola
1 alho francês pequeno
1 cenoura
1 nabo
1 talo de brócolos (sempre quer compro brócolos, e se é uma cabeça grande, corto os floretes e guardo sempre o talo que corto às rodelas que como cozido a vapor ou uso nas sopas)
uma mão-cheia de coentros
1,5 l de água
sal
azeite

Preparação:
1. Numa panela deitar os legumes e cobri-los com água, cerca de 1,5 l de água. Levar ao lume, até os legumes estarem cozidos.
2. Desligar o lume e reduzir a puré.
3. Deitar o azeite e temperar com sal a gosto.
4. Juntar os coentros e levar ao lume até ferver. Sei que as aromáticas não se devem ferver, mas eu gosto de ferver a sopa uns minutos, portanto fica ao gosto de cada um.
5. Com a varinha mágica triturar até obter um creme.



Bom Apetite!

domingo, 3 de março de 2019

"In TeleCulinária" - Bolo de Maçã


Quando vejo revistas ou livros onde haja um bolo com maçã eu assinalo com um marcador para experimentar. Tenho uma lista que vai crescendo e quando experimento uma das assinaladas, guardo-a logo no meu livro de receitas virtual; primeiro porque é bom para divulgar ao mundo e segundo porque gosto de guardar as receitas que saem bem e, que obviamente quero repetir.
Este bolo é um dos que irei repetir  em breve uma vez que não é o típico bolo nem tarte, mas sim uma mistura. Serve bem como sobremesa, acompanhado com uma bola de gelado, ou simplesmente a um lanche com uma chávena de chá ou café.
Para saberem mesmo como é, nada como irem para a cozinha e meterem as mãos na massa, depois digam-me se não é mesmo supreendentemente bom! 
O fim-de-semana pede bolinho caseiro, que tal um bolo de maçã para a sobremesa?




Ingredientes:
5  colheres (sopa) de farinha ( usei farinha espelta)
13 colheres (sopa) de açúcar ( usei o amarelo)
1 pitada de sal
1 c. (chá) de fermento em pó
3 ovos
4 colheres (sopa) de leite
4 colheres (sopa) de óleo
1 pitada de baunilha ( não usei)
6 maçãs
1 ovo
30g de manteiga derretida

Preparação:
1. Numa tigela, misture a farinha com 9 colheres(sopa) de açúcar, o sal e o fermento. Junte depois os ovos, o leite, a baunilha e o óleo e bata tudo muito bem. (Usei a Bimby, no copo deitei os ingredientes pela ordem indicada, e bati 4 Min/Vel.4)

2. Unte uma forma redonda, sem chaminé, com manteiga ( eu forrei uma forma de aro amovível com papel vegetal e untei com manteiga )

3. Descasque as maçãs, corte-as em fatias finas, coloque-as sobre a massa e leve ao forno a 180ºC, durante 40 minutos.

4, Noutro recipiente, misture o ovo com o restante açúcar e a manteiga derretida e, a 15 minutos de retirar o bolo do forno, regue as fatias de maçã com esta mistura e volta ao forno até o tempo terminar.

5. Findo o tempo indicado, verificar a cozedura. Pode precisar de mais uns minutos, os tempos indicados variam muito de forno para forno. Se tem ventilador, sem é a gás ou elétrico, portanto os tempos indicados são meramente indicativos.


Bom Apetite!

Fonte: Revista TeleCulinária Gold nº33 - Junho 2008


terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Mini-tartes de Mozarella com Pesto Rosso


No meio do trânsito, de regresso a casa dou por mim a pensar no que fazer com duas bolas de queijo mozarella fresca que tinham como fim uma lasanha com espinafres e molho de tomate e, cujo prazo próximo do fim de validade me obrigavam a uma ideia rápida para não as desperdiçar. 
Quiseram os deuses da culinária que tal destino não se concretizasse e, em boa hora nasceram umas mini-tartes que irão fazer parte da minha lista de entradas e salgados a fazer nas próximas reuniões de amigos e família. 
São estas ideias simples que gosto de partilhar, pois qualquer um poderá fazer um brilharete na cozinha com apenas 4 ingredientes, comprados em qualquer supermercado: queijo mozarella, molho pesto, massa quebrada e oregãos secos.
Mais simples é impossível!


Ingredientes:
(Rende 12 mini-tartes)
1 frasco Molho Pesto Rosso
2 Bolas de Mozarella fresca
1 Placa de Massa Quebrada

Preparação:
1. Pré-aquecer o forno a 220ºC.
2. Estender a placa de massa quebrada e com um copo cortar rodelas ( rende 10 rodelas e com o resto da massa que sobra, com as mãos moldo em mais duas rodelas, rendendo assim 12 mini-tartes.
3. Numa forma para queques anti-aderente, colocar em cada forma uma rodela de massa, picar com o garfo e em cada uma colocar uma colher das de chá de pesto rosso.
4. Cortar as bolas de mozarella em rodelas finas e colocar por cima do molho.
5. Por fim polvilhar com oregãos secos e levar ao forno cerca de 15 minutos ( o tempo varia de forno para forno, com e sem ventilador). Como o meu forno é a gás natural, em 15 minutos ficaram prontas, mas convém ir vigiando para não queimarem.



Bom Apetite!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Tiras de Frango com Legumes Salteados


A pouco e pouco vou abandonando as refeições abundantes em hidratos de carbono, sendo cada vez mais frequentes os acompanhamentos ricos em legumes.
Um destes dias saiu uma combinação de legumes estufados que acompanharam umas tiras de frango aromatizadas com limão.
Salteados em azeite, os legumes vão lentamente tomando o seu lugar. Começa o alho francês, o alho, a chalota, o pimento vermelho, a cenoura, o tomate e por fim a curgete aos cubinhos. Salteando, em lume brando, os legumes vão se cruzando, ganhando sabor resultando assim num acompanhamento cheio de cor que alegra qualquer refeição, pois lá diz o ditado: os olhos também comem!
As fotos são as que pude arranjar no momento, pois esta refeição foi preparada propositamente para levar na marmita, espero que consiga passar a vontade de a replicar, pois mesmo quem não é fã de legumes aprovou!

Ingredientes:
(1 a 2 pessoas)

Mix de legumes:
1 chalota
1 alho francês
1 dente de alho
1 cenoura
1/2 pimento vermelho
1 tomate
1 curgete média
coentros ( 2 c.sopa de coentros picados)
azeite ( "eu faço a olho", mas é mais ou menos 2 c.sopa)
sal, mistura de 5 bagas ( Margão) e noz-moscada

carne:
200g de frango ( peito fatiado e cortado em tiras)
sal, pimenta
sumo e raspa de meio limão,
1/2 c. chá de curcuma ou açafrão das Índias
1/2 c. chá de colorau ou pimentão-doce

Preparação:
1. Preparar todos os legumes:
cortar o alho francês em rodelas finas, picar a chalota e o alho, ralar a cenoura, cortar em cubos o pimento, tomate ( retirar as sementes) e a curgete.
2. Levar a wok com um fio de azeite, deitar a chalota e o alho e deixar. Mexer. Juntar o alho francês e deixar amolecer. Ir mexendo, quando o alho francês estiver amolecido juntar o pimento e a cenoura.
Mexer.
3. Juntar o tomate. Mexer para que os legumes se misturem e cozinhem por igual. Ficam amolecidos.
4. Por fim juntar a curgete, temperar e deixar cozinhar uns minutos até a curgete estar cozinhada. Atenção que não ficam crocantes. Estes legumes ficam mais para o estufado, mas sem líquido.
5. Serve como acompanhamento.

Entretanto, preparar as tiras de frango num frigideira com um fio de azeite.
Quando cozinhadas juntar ao preparado de legumes e envolver.
Polvilhar com coentros picados e está pronto a servir.

Nota: (esta receita e foto foi preparada para levar na marmita para o escritório, e rendeu apenas para uma pessoa)


Bom Apetite!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Sopa de Feijão Branco e Abóbora com Nabiças


As sopas não faltam cá em casa e têm um requisito especial, serem variadas.
Há combinações que agradam mais do que outras e, são essas as que se repetem como o  caso da sopa de feijão-branco com nabiças. 
Adoro a cremosidade dada pelo creme de feijão que combina na perfeição com a acidez da nabiça. Para variar, acrescentei 100g de abóbora e o resultado não poderia ter sido melhor: uma sopa cremosa, colorida e acima de tudo saborosa.
As sopas fazem parte de uma dieta saudável e não custam muito a fazer. Uma panela com água, legumes a gosto e deixar cozer. Depois triturar, juntar azeite e sal a gosto. Nada mais simples, prático e saudável!


Ingredientes:
( Rende 2 litros de sopa)

500g Feijão-branco cozido ( uma lata grande ou frasco de vidro)
100g de abóbora
1 cebola
2 dentes de alho
Nabiças (usei 150 g de nabiças já previamente arranjadas que se vendem em qualquer supermercado)
água ( deito até cobrir todos os legumes)
azeite
sal

Preparação:
1.Numa panela deitar o feijão-branco cozido, a abóbora cortada aos cubos, a cebola e o dente de alho grosseiramente cortados. Cobri com água e levar a cozer até ferver.

2. Quando os legumes tiverem cozido, reduzir a puré. ( Utilizo a varinha mágica, caso coza os legumes na Bimby, trituro 1 minuto na velocidade 3-5-7, gradualmente).

3. Juntar as nabiças previamente arranjadas ( eu gosto de ripar as folhas retirando os talos ), caso seja para triturar tudo, junto as folhas como vêm no saco já arranjadas). Deitar um fio de azeite ( junto 2 colheres de sopa, ou "a ollho"), tempero de sal e volto a levar ao lume. Deixo ferver cerca de 5 minutos. ( Dizem que não se deve cozer muitos os legumes, mas pessoalmente gosto mais das sopas com os legumes bem cozidos)

4. Servir bem quente. Nada como um prato de sopa a fumegar para aquecer nos dias frios de inverno.


Bom Apetite!

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Bolo de Iogurte e Citrinos com Farinha Espelta


Uma receita que repito sempre que quero um bolo simples. Estando na época dos citrinos, nada melhor que aproveitar e bater um bolinho para o lanche.
O meu clássico bolo de iogurte com citrinos, desta vez com umas pequenas alterações na sua confecção e nos ingredientes utilizados. Usei então uma mistura de farinha de trigo e de espelta, e substitui a manteiga pelo óleo de girassol. 
Ficou muito bom, com aquele sabor a bolinho caseiro, que adoro e que me alegra a alma.
Que a semana que entra nos traga alegria, paz e vontade de lutar pelos nossos sonhos!


Ingredientes:
(Chávena = 200 ml)

5 ovos
2 1/2 chávenas de açúcar amarelo
1 chávena de iogurte grego natural magro
1 chávena de farinha de trigo com fermento
2 chávenas de farinha espelta
1 chávena de óleo de girassol
1 c. chá de fermento em pó para bolos (uso a minha marca de eleição:Royal)
casca de 1 limão e de uma laranja



Modo Bimby
Importante antes de começar a bater o bolo:
Pré-Aquecer o forno a 180ºC
Untar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma de buraco

1. No copo, deitar o açúcar a casca de laranja e limão. Dar uns toques de Turbo e marcar 15 seg/ Vel.10
2. Colocar a "borboleta" no copo e deitar os ovos inteiros. Marcar 2 min/37º/Vel.4
3. Marcar mais 2 min/Vel.4
4. Retirar a "borboleta", juntar o óleo e marcar 10 seg/Vel.4
5. De seguida o iogurte e marcar 10Seg/Vel.4
6. Por fim, a mistura das farinhas com o fermento em pó, previamente peneirada ( gosto de peneirar a mistura num passador de rede, pois evita grumos e envolve o fermento na farinha).
Marcar 7 seg/Vel.4.
7. Deitar na forma e levar ao forno previamente aquecido a 180ºC, cerca de 30 a 35 minutos. O tempo varia de forno para forno, por isso recomendo sempre o teste do palito. É infalível. quando sai seco o bolo está pronto.

Esta receita foi feita na Bimby.
De modo tradicional recomendo:
utilizar a raspa de laranja e limão.
Bater bem as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Juntar o óleo, o iogurte e as raspas de limão e laranja. Mexer bem. Por fim juntar a farinha, envolvendo bem sem bater, para que o bolo não fique rijo. Envolver as claras em castelo, gentilmente sem bater, para que a massa não perca o ar e fique fofo. Levar ao forno no tempo indicado até ficar douradinho :)




terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

"Reciclar é Poupar" - Feijoada Rápida


Está frio ou não fosse inverno. Há que aproveitá-lo e, logo da minha cozinha saem tachos fumegantes, com aromas tradicionais, a lembrar a infância. 
Com a minha mãe aprendi a fazer o cozido e com o que sobrava fazia uma das minhas comidas preferidas, empadão. Assim o faço hoje nos meses frios, aproveito um dos  fins-de-semana para fazer uma refeição de Cozido à Portuguesa e penso sempre em reciclar as carnes e enchidos noutra refeição. Desta vez a feijoada foi o resultado da reciclagem do cozido de sábado." Nada se perde tudo se transforma " por aqui esse lema está sempre presente e com bons resultados.
Estamos em fevereiro e para não quebrar a tradição, há comida boa que conforta. 
Frio: Podes vir estamos bem preparados!!!

Ingredientes:
Sobras de carnes cozidas ( entrecosto, chispe, entremeada)
Sobras de enchidos cozidos (farinheira, chouriço de carne, morcela)
1 cebola média
2 dentes de alho
2 cenoura
1/2 couve coração
100 ml de azeite
1 lata pequena de tomate pelado
1 lata grande de feijão manteiga
1 c.chá de pimentão-doce)
1 folha de louro
Sal, pimenta e noz-moscada

Preparação:
Quando faço cozido à portuguesa ( só com carnes de porco), sobram sempre carnes e enchidos, aliás eu faço o cozido sempre com a intenção de fazer uma refeição de aproveitamento, tipo feijoada, ou empadão. Desde miúda que em minha casa se fazia assim e hoje faço igual. No dia do cozido, corto logo as carnes e os enchidos e reservo bem acondicionados, ou se não conseguir fazer nos dias seguintes, congelo para quando precisar. Esta receita é feita num tacho grande, pois serve bem 6 pessoas. Geralmente, como somos só dois fazemos duas refeições e o que sobra congelo.

1. Descasque e pique as cebolas e os alhos, coloque-os num tacho largo, junte o azeite e a folha de louro, leve ao lume e deixe cozinhar até a cebola ficar douradinha. Adicione o tomate pelado, picado com o molho, o pimentão-doce, sal e noz-moscada, envolva e cozinhe em lume brando, durante 10 minutos.

2. Acrescente as carnes previamente cozidas e cortadas em pequenos pedaços, mexa e adicione 500 ml de água das carnes  (ou apenas água, caso não tenha guardado a água e cozer as carnes), as cenouras cortadas às rodelas e as folhas de couve coração cortadas em juliana ou ripadas ( eu gosto de ripar as folhas), mexa novamente e deixe ferver.

3. Por fim, junte o feijão manteiga cozido, misture e deixe cozinhar em lume brando até ficar bem apuradinho. Retifique o sal, tempere com pimenta e junte os enchidos cozidos e cortados às rodelas.

4. Servir com arroz branco.



Inspiração: Coznha da Mãe e Receita adaptada TeleCulinária - Best of 2017