domingo, 20 de março de 2016

"Conhecer Melhor" - Bimi ou Mini-Brócolos ou Broccolini




Já tinha olhado várias vezes para aqueles mini-brócolos, embalados e etiquetados com o nome BIMI. Sempre que passava por eles, pegava na embalagem e hesitava em provar. Pareciam-me apetitosos mas na hora de os trazer, voltava a colocar a embalagem no sítio e dizia “fica para a próxima”.
O nome ficou na cabeça e antes de experimentar, como sou muito curiosa, fui em busca do que é esse mini-legume, das suas propriedades e claro está fiquei logo apaixonada quando li que era mais rico em nutrientes que o próprio brócolo e espinafre. Depois de o conhecer bem, experimentei e neste momento faz parte da minha ementa semanal pelo menos 2 vezes na semana. Adoro cozido ao vapor para acompanhamento. Garanto-vos que é tenro e tão saboroso que (para mim), dispensa temperos.



Então o que é o BIMI?
É uma hortaliça inovadora e saudável, originária do Japão e que resultou do cruzamento entre os brócolos e a couve chinesa kailan, também conhecida como Broccolini.
Tem um sabor doce e suave, com um talo similar ao de um espargo verde e um florete que nos faz lembrar os brócolos.Os seus caules são firmes, tenros e suculentos.
O seu alto conteúdo em fibras e ácido linoleico torna-o num excelente elemento a incluir em dietas para perder peso e não só.  Esta”super verdura” assim reconhecida devido ao seu elevado teor em nutrientes essenciais, traz benefícios para a saúde com apenas três porções por semana. 
Rico em cálcio, Ferro, Zinco e Vitaminas A e C. Aliás tem mais zinco , ácido fólico, anti-oxidantes e vitamina C que os espargos verdes, o brócolo  tradicional e os espinafres. Abudante em glucosinatos, que é um agente anti-cancerígeno próprio das brássicas. Contém sinigrina, o que favorece a eliminação das células pré-cancerígenas. Segundo vários estudos, o Bimi ajuda a prevenir o cancro de estômago, cólon e pulmão.


Como consumir o BIMI?
Os caules firmes e tenros não precisam de ser descascados nem raspados. Depois de lavados podem-se consumir crus ou cozinhados. Ficam melhores cozidos a vapor, pois não se devem deixar cozer muito, senão ficam moles e perdem o sabor.
Um legume versátil que se adapta a todo o tipo de pratos, como acompanhamento ou entrada.
E agora depois desta apresentação, não têm curiosidade?




Bom apetite!

Fonte:http://bimi.es/pt-pt/bimi-pt/

2 comentários:

  1. Boa dica! Também já os vi mas nunca comprei! Vou experimentar!

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa assim só podia vir do Japão ahah :P não conhecia este legume ;)

    ResponderEliminar