terça-feira, 18 de maio de 2010

Iscas de Fígado à moda da Avó

 Adoro cozinhar, é um facto. E quantas vezes dou por mim, a cozinhar e de repente notar que são receitas que conheço desde pequenina, feitas pela minha avó e minha mãe.
Leio muito sobre culinária, experimento receitas novas, mas há sempre aquelas que fazemos como aprendemos e que nos acompanham desde há muito.
O sabor ficou assim como que, retido na minha memória, e por vezes, mato as saudades confeccionando as receitas que me transportam à infância, e são mesmo muitas...
Como tal irei publicando sempre que surja a oportunidade, como é o caso das Iscas à moda da Avó.


Não sou amante de miudezas, a única que como, de vez em quando é o fígado de vitela ou porco. Quando compro é sempre para fazer desta maneira, como a minha avó fazia e a minha mãe ainda faz.


No talho, peço para cortar o fígado em fatias bem fininhas (iscas), preparo-as levando a marinar de preferência de um dia ao outro, para tomarem o gosto do tempero e ficarem mais macias.

Ingredientes:
Fígado - ( 2 a 3 iscas por pessoa, consoante o tamanho)
Dentes de alho - 3 a 4 dentes de alho
1 folha de Louro
Vinho Tinto - 2 dl ou a medida de um copo
Pimentão -doce - 1 colher de chá
Sal, Pimenta q.b.
Azeite - 1 dl
Banha - 1 colher de sopa

Preparação:
Num recepiente colocar as iscas de fígado, temperar com o sal, pimenta, o louro, o alho laminado e o pimentão-doce. Deitar o vinho e um fiozinho de azeite, tapar e levar ao frigorífico a marinar ( costumo deixar de um dia para o outro, ficam mais saborosas).

Para confeccionar, levar azeite e uma colher de sopa de banha (podem evitar esta gordura, mas sem ela confesso, que o sabor é diferente) numa frigideira e deitar as iscas uma a uma, voltando-as para ficarem cozinhadas de um lado e de outro.

Quando estiverem no ponto juntar a marinada e deixar apurar o molho, em lume brando.


Acompanhar a gosto. ( Combinam bem com batata cozida, ou frita às rodelas, arroz branco).

Sabe sempre tão bem voltar aos sabores de infância... a vida é feita de pequenos momentos, que alimentam a alma.Trocamos o mal que faz pelo bem que sabe!

Bom Apetite!

Imprimir Receita

11 comentários:

  1. Hummmmmmm
    que bom aspecto, vou me servir mesmo sem pedir, pois está tentador...
    Jinhos fofos

    ResponderEliminar
  2. Romã, as iscas têm ou melhor, tinham... muita tradição na nossa cozinha.
    Antigamente havia restaurantes na Baixa de Lisboa onde se podiam apreciar, eram uma especialidade. Agora é mais fast food...
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto bastante, lá em casa os miúdos são sempre para o meu prato! Em relação às iscas faço muitas vezes grelhadas e depois temperadas com azeite e alho, mas também gosto imenso delas assim confeccionadas.
    As que mostras têem um aspecto tentador!

    ResponderEliminar
  4. Adoro iscas :) estão com um aspecto ....de avó :)

    ResponderEliminar
  5. Estão com um aspecto fabuloso.
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Sou suspeita eu sei, mas não têm só bom aspecto, estavam mesmo muito boas ;)
    Beijinhos e muito obrigada pela vossa visita :)

    ResponderEliminar
  8. Os petiscos da avós são sempre muito bons :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Adoro iscas, cá em casa sou a unica! Mas não é por isso que não compro só p mim.
    E tb as faço à moda da minha mãe e da minha avó, e é inevitável recuar no tempo :-)


    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, visitei o seu blog e gostei muito... Gostaria de lhe pedir se pode colocar o link do meu blog no seu...

    http://vinhosdasemana.blogspot.com/

    Espero que coloque.
    Belo blog!

    Vinhos da Semana

    ResponderEliminar